11 de dezembro de 2017

Filme: Doutor Estranho (Doctor Strange)

Doutor Estranho (Doctor Stange) é mais um grande sucesso da Marvel e dos Estúdios Disney, com uma pegada diferente, talvez por ser... esquisito.

Eu estava resistente a assistir Doutor Estranho, porque acho o ator Benedict Cumberbatch (apelidado carinhosamente por mim e minhas amigas de "o Pepino" por causa do som do sobrenome dele, que lembra "cucumber" que é pepino em inglês) muito esquisito.

Achei ele fantástico no filme que quase lhe rendeu um Oscar (mas o meu queridinho Redmayne levou a melhor, interpretando o físico Stephen Hawking), O Jogo da Imitação, no papel de Alan Turin, mas não conseguia imaginar aquele cara no papel de um herói.

Eis que fui assistir Thor: Ragnarok e o Doutor Estranho aparece no filme, em cenas bem interessantes e engraçadas, o que me deixou curiosa.

Para testar o som e a imagem do meu novo desktop, escolhi esse filme.

Que história diferente e que elenco sensacional!

O Doutor Estranho é mesmo um doutor, do tipo cirurgião médico e o sobrenome dele é Estranho, Stephen Strange mais especificamente.

Cara arrogante, prepotente, metidão porque era especialista da sua área, se sentia imortal, até que um acidente de carro o deixa com seu instrumento de trabalho avariado: as mãos.

Sem reservas financeiras, típico de pessoas que acham que nunca terão problemas na vida, apesar dele ser visivelmente rico, perde tudo o que lhe restava buscando algo que recuperasse as funções motoras de suas mãos, até que encontra um fisioterapeuta que lhe conta sobre um ex-paciente tetraplégico que voltou a andar.

Em busca desse milagre, acaba em Katmandu, onde descobre um centro pra lá de diferente e inicia um treinamento que lhe dará poderes mágicos. Só que em troca dos poderes, ele descobrirá que acaba de receber uma missão de salvar o mundo de forças malignas.

Sem nenhuma vocação para fazer o bem pelos outros, ele se vê no dilema de tentar voltar à sua vida normal, que não existirá mais se o mundo não for salvo, ou ajudar a salvar o mundo usando suas novas habilidades.

Um filme que mostra um humano se tornando super herói e tendo que enfrentar dilemas sobrenaturais a partir do ponto de vista humano e terreno, usando da malícia terrena e aprendendo a lidar com forças super.

Divertido e emocionante, não vejo a hora de ver a sequência!

4 de dezembro de 2017

Black Friday 2017: compras, experiências, impressões, conclusões

Todos os anos eu escrevo um post pós Black Friday com minhas experiências.

No primeiro ano, lembro de ter passado a madrugada acordada e ainda assim acabei perdendo umas promoções que eu queria aproveitar.

Este ano, achei que as promoções já não estão valendo muito a pena. É isso ou minha veia de consumo desapareceu! rs

Enfim, neste ano, o que eu queria mesmo era um anel da coleção Life, da Vivara, que eu venho namorando há uns 3 anos, mas eu sabia que uma hora ele entraria em promoção e a espera valeu, porque por 1 único dia, aquele anel que eu tanto desejava entrou na promoção (e sumiu logo depois).

Para mim, o pecado da Vivara sempre foi o prazo de entrega e olha a surpresa, apesar do site indicar 15 dias úteis, ele não levou nem 5 dias corridos.

Por que fazer isso? Só para ter certeza que consegue entregar dentro do prazo? Eu acho que eles até poderiam usar de alguma prudência na divulgação do prazo, mas esses mesmos 15 dias úteis já me fizeram desistir da compra no ano passado.

O frete da Vivara tem outra particularidade que eles não mencionam: a entrega não é feita pelos Correios e sim, por transportadora, então o horário de entrega é mais amplo. Levei um susto quando, já em casa, recebi um SMS informando que meu pedido havia sido entregue às 19h (acho que o porteiro marcou touca, porque eu sai do escritório depois desse horário e só o porteiro da manhã me avisou que o pedido havia chego. Isso ou a entrega aconteceu mais tarde).

A outra compra foi na Netshoes. Aqui eu não queria nada para meu uso ou consumo, mas aproveitei para comprar itens para o pacote que eu estou montando para atender aos pedidos das cartinhas adotadas na campanha Papai Noel dos Correios. Comprei 2 mochilas e 1 luva de goleiro que serão juntados com outros itens para compor o pacote. A entrega foi super rápida, não daria tempo nem para desistir da compra.

Quem me conhece sabe que eu tenho um fraco por livros e a Livraria Cultura colocou um monte de livros e filmes em promoção, entre eles vários que estavam na minha lista de desejos.

Lá fui eu "ter" que comprar alguns. rs

O estrago só não foi maior porque eu ando com uma política restritiva para compra de novos livros: se forem para estudo, pode comprar já, se for de leitura por diversão, só se eu for ler imediatamente, ou eles podem esperar para serem comprados em outra ocasião.

A Cultura sempre cumpre o prazo de entrega, mas é no mínimo estranho o sistema deles, já que eles mandam um mesmo pedido em várias partes, mesmo que o último item seja entregue dentro do prazo, o que me parece um desperdício de recursos por parte deles. Eu não ligo, porque o frete foi grátis, mas considerando que não existe nada de graça, será que não seria o caso deles repensarem esse sistema para reduzir o custo deles e, quem sabe, repassar isso para nós em outros produtos?

Uma promoção que não perdemos no escritório todos os anos é da Kalunga, que vende sulfite com um bom desconto.

O maior problema desse ano foi a emissão do boleto. Fiquei por 1 semana falando com o SAC e a resposta era sempre a mesma "por conta do grande volume de vendas, nosso sistema de boletos está com problemas, por favor, tente mais tarde". Cheguei a registrar uma reclamação no site Reclame Aqui para ver se eles respondiam, mas nada. Entrei em contato na página deles do Facebook e então veio a mesma resposta. No 2° dia de conversas pelo Facebook, eles me pediram para esperar que eles enviariam o boleto por email. Exatamente 1 semana após a compra e o contato pelo Facebook, o SAC enviou o boleto por email para que eu pudesse pagar (onde já se viu o cliente insistir que quer pagar e a loja não dar solução para pagar?). Sigo aguardando o processo ser encerrado para receber meus produtos.

Eu sei que posso confiar na Kalunga, mas cansa ter que ficar correndo atrás da empresa para poder pagar!

Fora a compra feita pelo site da Kalunga, acabei passando na loja (deveria ter comprado tudo na loja) e encontrei vários produtos com preços super interessantes. Aproveitei inclusive para comprar um rolo de papel kraft que vou usar para embalar o pacote para o Papai Noel dos Correios em promoção. Como eu adoto cartinhas todos os anos, há 4 anos, o rolo fica aí para as próximas edições.

Mais uma vez aproveitei para fazer compras na Imaginarium, porque o meu carrinho de compras ganhou um desconto extra, que fez com que meu frete saísse de graça. Acho que passei uns 3 dias adicionando e excluindo os produtos do meu carrinho de compras, mas quando eu vi o desconto, decidi comprar 1 copo com filtro, 1 caneca de presente e 1 anel que eu estava de olho faz tempo (sim, eu gosto bastante de anéis e pulseiras).

Apesar do centro de distribuição da Imaginarium ser em Florianópolis, a entrega foi bem rápida. Em 1 semana eu recebi meu pacote, que veio de avião! Chique, não?

Por fim, fiz uma compra mais abusada na Fast Shop, direto na loja mesmo.

Eu já vinha pensando na possibilidade de comprar um computador all-in-one, mas queria ver na loja. Fui no shopping Ibirapuera e, por sorte, encontrei o promotor da marca para me explicar tudo. Fiquei um tempão alugando o coitado (se bem que eu comprei, então não é tão coitado assim rs), que abriu vídeo em HD, aumentou o som, mostrou imagens, enfim, me vendeu o produto.

Depois de pensar, dar uma volta no shopping, acabei fechando negócio. O review do produto eu faço daqui um tempinho, afinal, ainda preciso testar, mas o preço valeu a pena, já que eu estive pesquisando e essa configuração com a qualidade de imagem valeram o investimento.

A única coisa que eu sigo sem comprar é o Kindle Paperwhite da Amazon, porque eles insistem em dar só R$100 de desconto no produto. O dia que eles cederem os 50% de desconto como fez a Cultura quando eu comprei meu Kobo Glo, eu compro o Kindle.

Concluindo, sabendo pesquisar e escolher as lojas, não tem erro fazer compras na Black Friday, mas fica uma dica importante: só vale a pena comprar aquilo que você realmente precisa, porque se você comprar por mero impulso, esse ato por si já é um prejuízo.

27 de novembro de 2017

Dica de site: Combine PDF


Eu baixei 2 páginas de um PDF que eu precisava muito juntar para disponibilizar para meus alunos e imaginei que existisse algo que ao menos me explicasse como juntar 2 arquivos de PDF em 1 único documento e eis que apareceu o site combinepdf.com/pt/ no resultado da busca.

O site é super simples e intuitivo. Você seleciona os arquivos PDF que você quer juntar, pode alterar a ordem dos arquivos depois que eles aparecem na tela e só precisa apertar o botão "unir" que ele se encarrega de fazer a mágica e baixar para você.

Simples, rápido e prático, o site jura que apaga do servidor os arquivos carregados em até 1 hora após o uso.

Além disso, como se vê na imagem, ele faz a conversão para outros formatos também e a função PDF to DOC me parece muito interessante, já que muitas vezes o que a gente precisa mesmo é que o arquivo PDF tivesse seu texto editável.

Fica a dica!

20 de novembro de 2017

Filme: Sing - Quem canta seus males espanta (Sing)

Sing é um filme dos mesmos criadores de Meu Malvado Favorito (Despicable Me) e os fofos Minions, a Illumination, que não levanta bandeira de ser concorrente da Pixar, mas tem trazido animações bem feitas com roteiros bem interessantes.

A história mostra um entusiasta e empresário teatral, o coala Buster, que está até a tampa de dívidas e prestes a perder seu adorado teatro, quando tem uma ideia não tão inovadora, mas que pode salvar o seu negócio.

Ele decide criar um concurso de calouros para atrair o público para o teatro, com os selecionados sendo julgados pelo público que vier assistir ao show, sendo prometido ao primeiro colocado um prêmio de US$100.000.

É aí que começa a confusão e a diversão.

Entre os concorrentes, um macaco, filho do chefe de uma quadrilha, uma porca que tem um monte de filhotes, um porco cheio de auto estima, um grupo no melhor estilo girl band japonesa, uma porca espinho roqueira romântica, um ratinho que se acha o próximo Frank Sinatra e uma elefante com vozeirão e tímida que só ela.

A história é sobre perseguir seus sonhos, acreditar nas possibilidades, trabalhar em grupo e no poder da amizade e união.

No final, você vai se emocionar, porque é um desenho fofo, cheio de referências aos grandes nomes pop da atualidade e muito divertido!