25 de maio de 2020

Livro: Pós-F - para além do masculino e feminino, de Fernanda Young

A autora Fernanda Young teve uma passagem breve por esse mundo, deixando esse plano aos 49 anos após uma parada cardíaca em função de um forte crise de asma.

Mas deixou sua marca nas artes e na literatura.

Com ideias muito bem posicionadas, em Pós-F: para além do masculino e feminino, ela explora temas que ainda causam polêmicas de uma forma aberta, clara, direta e sem firulas.

Aborda a questão de machismo, do feminismo, das suas descobertas sexuais, entre tantos temas que tornam esse livro, além de um bom ponto de partida para reflexões acerca do mundo em que vivemos, trata do ser humano, do ser que ela foi.

Algumas passagens são auto biográficas, outras são reflexões da sociedade.

Além de ser um livro (o objeto) muito bonito, é de leitura rápida, mas extremamente interessante, instigante.

Confesso que nunca tinha lido nada escrito por ela, só conhecia o trabalhado dela como atriz e roteirista (ela é a responsável pela série e filme, Os Normais), mas adorei essa leitura fora da caixinha.

Se você estiver vendo esse post em 2020 (no meio da crise da pandemia da COVID-19), aproveite para ver as promoções da editora Leya no site Casa dos Mundos (não, eu não ganho nada com isso). Eu mesma comprei um combo da Fernanda Young com direito a ecobag.

18 de maio de 2020

Livro: Dúvida Cruel: 80 respostas para as perguntas mais cabeludas, de Iberê Thenório e Mariana Fulfaro

Durante a pandemia* diversas editoras fizeram distribuição de ebooks gratuitos de obras diversas, incluindo alguns best sellers.

Claro que eu não perdi a oportunidade de baixar tudo o que eu pude nesse momento, afinal, livro, ainda que digital, nunca é demais.

Entre os diversos livros baixados estava esse (eu adoro ler sobre curiosidades diversas), o Dúvida Cruel, que é indicado para o público juvenil, mas e daí? rs

Ele traz textos em tom informal, porque são textos coletados de dúvidas que os autores tiraram em seu canal do Youtube.

Tem um pouco de tudo e é divertido de ler.

Esse é o tipo de livro que eu gosto de ler entre uma leitura jurídica e outra para espairecer (foi um ano tenso, uma vez que eu sou do Direito do Trabalho, com um pé no Tributário e outro no Empresarial).

Se você tem filhos que precisam pegar o gosto pela leitura, acredito que esse seja um bom livro para despertar o gosto, uma vez que ele traz curiosidades e foi escrito por um casal de youtubers.

* Se você estiver lendo isso num futuro distante pode não se lembrar, mas em 2020 vivemos um pesadelo chamado corona vírus, cientificamente denominada COVID-19 e que trancou todo mundo em casa pelo medo da contaminação. Se você estiver lendo isso no momento da pandemia, vai achar esse comentário meio doido.

30 de março de 2020

Problemas com a impressora multifuncional Samsung Xpress M2070

Eu comprei essa multifuncional da Samsung, porque queria me livrar da HP e fui surpreendida pela informação de que quem faz a impressora, na verdade, é a HP.

Aliás, essa imagem foi tirada do site oficial onde estão os links para drivers da máquina, mas a minha não tem essa bandeja superior. É bem parecida, mas a parte de cima da minha é só a tampa do scanner mesmo.

Ela até que manda bem para trabalhos diários, mas para uso em escritório não é muito adequada, já que ela começa a suar muito por dentro. Eu não sei até onde essa umidade toda pode dar problema na máquina a longo prazo. Eu chego a colocar um ventilador, desses de ligar em porta USB para ajudar a resfriar ela.

Mas o post tem a ver com um problema recente que eu tive.

Quando você manda imprimir muitas folhas seguidas, ela enrosca. Daí vem a obstrução de papel.

No geral você abre a tampa, retira o cartucho, puxa o papel, coloca tudo de volta, fecha e volta tudo ao normal, certo?

Pois é... na última vez que isso aconteceu comigo, não.

Primeiro eu fui conferir se ainda tinha papel enroscado. Abri, tirei cartucho, acendi uma lanterna e não tinha nada. Além disso, o papel que tinha enroscado saiu inteiro. Então porque essa máquina seguia dando obstrução de papel???

Repassei toda a configuração da impressora na própria máquina e não tem nada que ajude. Cheguei a pedir a impressão de 1 folha de teste e saiu.

Eis que eu tentava imprimir algo e o computador insistia que o status da máquina era "Obstrução de Papel".

Desliga, religa, reiniciar computador. NADA.

Li alguns foruns, vi uns vídeos, mas todos eles falam em problemas de tração, de abrir porta traseira (a minha não tem abertura traseira), passar pincel, borracha... mas nada disso cabia para a minha.

Me enchi!

Solução: desinstalei tudo o que era relacionado com a impressora do computador e reinstalei tudo.

Dica: eu desinstalei tudo usando o REVO Uninstaller para ter certeza que não ia sobrar nada, nem sombra de qualquer driver ou arquivo relacionado, porque estava claro que era alguma coisa no programa que estava dando errado, já que eu consegui imprimir página de teste direto na máquina.

Tudo desinstalado com a impressora desligada, claro, eu religuei a impressora e comecei a reinstalar tudo com os drivers baixados do site oficial.

https://support.hp.com/gb-en/drivers/selfservice/samsung-xpress-sl-m2070-laser-multifunction-printer-series/16450377?_td_pid=1&utm_source=affiliate&utm_medium=cpa&utm_campaign=YieldKit.com%20(UK)&utm_content=21288502&jumpid=af_3zuqfwpd4e/site:YieldKit.com%20(UK)

Depois disso, voltou a funcionar normalmente.

As vezes a gente tenta complicar uma coisa que pode ser resolvida com uma simples desinstalação.

Espero que essa dica ajude você, que está perdido e veio parar aqui por isso. =)

2 de março de 2020

Livro: Paris para um, de Jojo Moyes

Paris sempre é um bom chamariz para o título de um livro, ainda mais quando se volta a estudar francês (eu ainda estou no básico de onde eu parei rs).

A autora é conhecida de todos por causa da série que começa com "Como eu era antes de você", que virou um filme que faz chorar feito criancinha.

Aliás, nem tive coragem de ler o livro depois de assistir o filme numa tarde qualquer, na TV. O que eu chorei...

Eu nem sabia bem se queria ler algo dela, porque tinha receio de que fosse tudo no mesmo tom, mas esse livro nem é uma história inteira. São contos. Sim, românticos, mas são contos, o que torna a leitura de cabeceira mais fácil, porque você consegue terminar o conto todo antes de dormir.

Tem um tom de tragédia no conto principal, mas o desenrolar é bem interessante (não posso escrever muito, senão acabo dando spoiler).

Se você quer passar do trauma de "Como eu era..." esse pode ser um começo.