31 de julho de 2017

Review: Unboxing Samsung Gear Fit 2

Eu tinha um lindo Moto 360 Sports, da Motorola, mas acabei ficando sem ele depois de enviá-lo para a assistência técnica, na tentativa de conseguir a substituição do produto, uma vez que já é sabido que não há reparos pela assistência técnica brasileira, e descobrir que o produto foi descontinuado no Brasil, bem provavelmente em função dos problemas que ele apresenta e do nosso código de defesa do consumidor.

Na busca por uma alternativa e sendo usuária de um smartphone da Samsung, decidi comprar um Gear Fit 2, influenciada pelo mostruário que estava numa Saraiva Mega Store, que me permitiu dar uma fuçadinha no aparelho e ficar maravilhada com sua aparência.

O Gear Fit 2 não é considerado um smartwatch, mas uma sportband. Na prática a diferença é que algumas funções que não estão associadas à prática esportiva, não funcionam, mas as que eu uso, aparentemente, estão todas nele, sendo assim, a escolha depende muito do quanto você está disposto a desembolsar pelo produto e de qual uso você fará do gadget.

O unboxing dele só me deixou decepcionada pelo fato de não ter o adaptador que liga o carregador na tomada.

A caixa vem com o relógio, a base carregador que tem um fio com a ponta para conectar numa entrada USB e só! Sim, achei isso um pecado, mas vou relevar, porque eu tenho o que veio junto com meu celular e consegui comprar por bem menos do que está no site da Samgung¹. O jeito vai ser revezar.

Outro probleminha é que eu tive que comprar a pulseira grande, porque existe um mito de que mulher gosta de rosinha e a pulseira pequena você só encontra na cor rosa. Eu ajusto no último buraco da pulseira e acho até mais confortável de usar, mas para usar o monitor, eu preciso subir o relógio para que ele fique firme no braço para fazer uma medição mais adequada, que, diga-se de passagem, é bem apurada.

Uma coisa que eu achei bem legal é que ele te avisa se você estiver muito tempo parada. Como eu trabalho sentada, isso ajuda a lembrar que eu tenho que dar uma esticadinha. A cada 50 minutos sem movimento e ele te propõe levantar e fazer 5 repetições de torção de tronco, que ele conta.

Os testes de duração da bateria também são bem satisfatórios. Agora, já tem 1 mês de uso e eu consigo usar por até 2 dias. No geral, eu carrego numa noite, durante o tempo de eu jantar, tomar banho e me preparar para dormir. Ele só volta para o carregador na 2ª noite.

Claro que a duração da bateria depende do seu uso. Se usar todo dia para monitorar longas corridas, por exemplo, melhor carregar todo dia (ou noite).


Monitorar o sono é, no mínimo, interessante. Sabe aquele dia que você acorda e pensa "mas eu fui dormir cedo" e ainda assim está moído? Pois bem, usando o monitor eu descobri que uma das noites que eu acordei muito acabada, aparecia como seu estivesse acordada por 1 hora, a cada 1 hora de sono meia boca. Ou seja, eu acordei cansada, porque não dormi de verdade. Isso não substitui uma análise feita em uma clínica médica, mas já ajuda a observar quais são seus padrões de sono, como você se sente no dia seguinte e o que você fez ou deixou de fazer que pode ter resultado no sono ruim ou bom.

Problemas e as soluções

Quando você vai configurar um aparelho novo, sempre dá alguma coisa errada para a qual você fica pastando para encontrar na internet. A minha sorte é saber inglês, porque é mais difícil encontrar as soluções em português, mesmo quando o equipamento não é lançamento no mercado.
  • Caso 1: primeira carga
Eu coloquei o meu carregador na tomada, encaixei meu relógio e deixei, crente de que estava carregando. Depois de 2 horas, decidi tirar ele do carregador e tentar ligar... e nada! Era óbvio que eu fiz algo errado, mas o que?

Tirei o carregador da tomada, recoloquei e reposicionei o relógio, e depois de um tempo apareceu na tela o símbolo do raio, que indica carregando. O legal é que no manual (versão guia rápido ou completo que pode ser baixado no site da Samsung) não diz como fica a tela quando você está carregando. Eu sei que parece óbvio, mas poderiam ter desenhado como identificar se o relógio está ou não carregando.
  • Caso 2: ativar aplicativos de terceiros
Claro que a gama de aplicativos de terceiros que funcionam no Gear Fit 2 são limitados, porque ele tem sistema próprio, o Tizen, e você pode confirmar quais são na página de aplicativos no Galaxy Apps, loja de aplicativos da Samsung, que tem uma sessão exclusiva para o Gear (qualquer modelo).

Os apps de terceiros devem estar instalados no seu smartphone e ter uma espécie de plugin instalados no Gear. Aí que vem a pegadinha.

Eu já tinha o Endomondo (meu app de atividade física favorito) e o Map my run instalados no meu smartphone, então instalei direto o app para o Gear e fui tentar ativar.

Eis que ele deu o erro "Sem conexão bluetooth" e um botão abaixo indicando "Tente novamente".

Lá fui eu caçar a resposta, primeiro em português (sem sucesso) e depois em inglês, onde encontrei uma resposta de um cara que dizia "poxa, deveria ter tentando fazer isso antes de incomodar aqui" para a pessoa que respondeu. Ainda bem que ele escreveu a pergunta, assim eu não precisei perguntar. rs

A solução apresentada é bem simples: primeiro instale o app no Gear, desinstale os aplicativos do smartphone, reinstale os aplicativos no smartphone, faça o login na sua conta no smartphone. Entre no app no relógio (não precisa desinstalar e reinstalar aqui), abra e peça para iniciar que ele vai entrar normalmente. Já testei e foi simples assim.

Sobre o Endomondo, especificamente, todo usuário de Samsung, quando faz seu cadastro, ganha 1 ano de assinatura Premium, tanto no Endomondo, quanto no Map My Run, que são da mesma empresa, a Under Armour. Na assinatura premium, você tem acesso aos planos de treino que são bem bacanas, MAS, em consulta feita ao suporte do Endomondo, sobre o plano de treino, eles confirmaram que NÃO é possível carregar o plano no Gear.

Como os apps do celular e do relógio funcionam independentes, ainda que sincronizem na mesma conta, a sugestão do suporte é para que eu use o app do relógio só para visualizar os dados básicos, e siga os comandos de voz do treino pelo smartphone. Para não bagunçar, prefiro usar no pulso os dados do SHealth e no celular o treino do Endomondo. Assim não corro o risco de ter os registros de treinos bagunçados.
  • Caso 3: Apps de mensagens
Tem uma coisa que eu achei bem legal com relação aos apps de mensagens. Você pode receber os avisos de que entraram mensagens no Gear e pode deixar respostas rápidas programadas para enviar direto por ele, como um "ok" ou "estou ocupada". Não é possível digitar essas respostas na tela do Gear, você precisa fazer uma lista de respostas rápidas pelo smartphone, no app do Gear, e quando bastar um ok, você nem precisa sacar o celular para responder.

¹ Antes que você pergunte onde eu comprei, não foi no Aliexpress ou Ebay, porque depois de tantos problemas com smart"things" eu faço questão de pagar mais caro para ter a nota fiscal do produto e a garantia de 1 ano no Brasil. Eu comprei no site das Lojas Americanas, onde o preço era mais em conta na ocasião, o frete era grátis para essa compra e tinha desconto cumulativo para pagamento com o cartão da loja, que eu só tenho para aproveitar promoções. Pesquise bastante, porque o valor, quando eu comprei, variava entre 1.200,00 e os 890,00 que eu paguei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário